Notícias

Atendimento de casos de violência contra criança e adolescentes cresce 50% a mais durante a Pandemia




 

28.07.20. Requalifica 5 leva novo asfalto à avenida José Henriques, bairro Cidade Nova
Equipe do Conselho Tutelar fez um vídeo de alerta para a população brasilandense - Assessoria de Imprensa

 

O Conselho Tutelar de Brasilândia alertou que os atendimentos de casos de violência contra crianças e adolescentes cresceram mais de 50% depois do início da Pandemia.

O alerta feito pelas conselheiras tutelares foi durante a produção do vídeo "Faça Bonito", que foi divulgado na última quinta-feira (13), nas redes sociais.

A equipe está se preparando para as atividades na próxima semana, que será na terça-feira (18) o "Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes".

A data tem como mobilizar toda a sociedade e convocar para o engajamento pelos direitos de crianças e adolescentes e o fim da violência sexual.

De acordo com as conselheiras, devido a suspensão das aulas por conta da Pandemia, muitas crianças e adolescentes ficam mais em casa e com isso, são mais vulneráveis para sofrerem algum tipo de violência.

O Conselho Tutelar recomenda a toda população, se caso presenciar qualquer ato suspeito, a pessoa poderá procurar o próprio órgão, a Delegacia de Polícia ou fazer uma denúncia anônima pelo telefone Disque 100.

18 de maio
A data surgiu devido ao caso policial que envolveu a criança Araceli Crespo, que em 1973, na cidade de Vitória (ES), ela foi sequestrada, espancada, estuprada, drogada e assassinada numa orgia imensurável.

Seu corpo apareceu seis dias depois desfigurados por ácido. Os agressores jamais foram punidos.

O movimento em defesa dos direitos de crianças e adolescentes, após uma forte mobilização, conquistou a aprovação da Lei Federal 9.970/2000, que instituiu a data como o Dia Nacional no Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa