Mais de mil animais receberam vacina contra a Raiva em Brasilândia

Saúde16/08/2019, 09:17:00 Total de Visualizações: 130

Campanha de vacinação foi iniciada em Brasilândia - Assessoria de Comunicação

A Campanha de Vacinação Contra a Raiva continua a todo o vapor em Brasilândia.  A Secretaria Municipal de Saúde por meio do Núcleo de Vigilância em Saúde divulgou nesta sexta-feira (16), mais um balanço parcial da campanha. O Dia D foi no último sábado (10) e ao longo da semana foram sete áreas da zona rural que receberam atendimento volante.

Somente nesta semana, foram vacinados 442 cães e 149 gatos, totalizando em 591 animais. Somando a área urbana, e parte da rural, até o momento, foram 1.202 cães, 287 gatos, totalizando em 1.489 animais.

NÚMEROS PARCIAIS NAS ÁREAS RURAIS

No dia 13 agosto, equipe esteve no Reassentamento Pedra Bonita (compreendendo também as áreas do Santana e Santa Emília), onde imunizaram 171 animais. No mesmo dia, os agentes vacinaram 100 cães e gatos no Reassentamento Novo Porto João André.

No dia 14 de agoto, foi a vez da Aldeia Indígena Ofaié, onde foram vacinados 51 animais. Também no mesmo dia, o Assentamento Esperança e Jardim tiveram 32 cães e gatos vacinados.

No dia 15 de agosto, a equipe se deslocou para o Distrito Debrasa e Fazenda Karimã, onde foram vacinados 158 animais. Além disso, uma equipe volante percorreu a estrada 16, da BR-158, próximo ao Rio Verde, onde foram imunizados 79 animais.

VACINAÇÃO NA ÁREA RURAL

A equipe continua com a campanha volante na próxima semana. No dia 20 de agosto na sede da Escola Municipal Raimundo Pedro de Souza (Fazenda Pontal).

No dia 21 de agosto no Centro Comunitário do Assentamento Almanara, no dia 22 de agosto na Escola Municipal Assentamento Mutum. No dia 27 de agosto nas Fazendas Córrego Azul, Jesuíta e Fátima.

No dia 28 de agosto a equipe fará o trabalho volante, na BR-158, próximo ao bairro do Beleza do Rio Verde, no dia 29 de agosto será na Fazenda Carimã e Barra do Cedro.

No dia 30 de agosto será a vacinação avulsa e entrega de vacina nas empresas, sítios e fazendas na sede do Núcleo de Zoonoses.

É válido lembrar que o proprietário deve levar no ponto de vacinação a carteira do cão ou gato.

Fonte: Assessoria de Comunicação