Comitê de Combate ao Aedes Aegypti recebe informações sobre os casos em Brasilândia

Saúde28/02/2019, 21:02:00 Total de Visualizações: 1276

Pessoas de diversos segmentos da sociedade participaram da reunião - Assessoria de Comunicação

Nesta quinta-feira (28), no Núcleo de Vigilância Epidemiológica, foi realizada a quinta reunião extraordinária do Comitê Municipal de Mobilização e Combate ao Aedes Aegypti. O encontro contou com a presença do representante da Secretaria Estadual de Saúde de MS, João Boim. 

A reunião também contou com a participação de representantes da Sanesul, Hospital, das Estratégias de Saúde da Família I e II, Associação de Voluntários de Combate ao Câncer e demais profissionais da Saúde e da Prefeitura. 

Na reunião, os técnicos da Saúde informaram a atual situação do município de Brasilândia, que atualmente registra 48 casos notificados, sendo 25 confirmados. Recentemente, o Laboratório Central de Campo Grande descartou um caso suspeito de óbito, levando a conclusão de que a vítima não faleceu em decorrência da Dengue. Uma morte foi registrada no final do ano passado. 

Mosquito Aedes Aegypti é transmissor da Zika, Chikungunha e Dengue, sendo esta última os principais sintomas são: Naúsea, vômitos, manchas vermelhas pelo corpo, dores nas articulações e dor atrás dos olhos. Em casos de algum sintoma apresentado, deve-se procurar imediatamente o atendimento médico. 

CUIDADOS 

- Mantenha o lixo em sacolas fechadas e lixeiras tampadas. 

- Armazene as garrafas vazias com a boca para baixo. 

- Tampe todos os barris e tonéis de água. 

- Coloque areia nos pratinhos dos vasos das plantas. 

- Lacre a caixa d’água. 

- Limpe a bandeja de ar-condicionado. 

- Remova a sujeira das calhas. 

- Guarde pneus e garrafas de vidros em locais cobertos. 

- Lave o recipiente e troque a água dos seus animais diariamente. 

- Tampe os ralos. 

- Retire a água do reservatório do degelo da geladeira. 

Fonte: Assessoria de Comunicação