Serviço Conviver de Brasilândia é apresentado no Congresso Brasileiro Psicologia

Assistência Social22/11/2018, 12:34:00 Total de Visualizações: 6800

Maíra participou do Congresso de Psicologia, em São Paulo (SP) - Assessoria de Comunicação

O Município de Brasilândia foi representado pela psicóloga da Assistência Social, Maíra Cadamuro Dorighello Guimarães, no V Congresso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão, com o tema neste ano sobre: Psicologia, Direitos Sociais e Políticas Públicas, Avanços e Desafios realizado entre os dias 14 a 18 de novembro, em São Paulo (SP).

No evento científico, a psicóloga apresentou um trabalho intitulado: "Enfrentamento de Preconceitos no grupo SCFV  0 a 6anos, Uma Experiência de Brasilândia/MS", com  coautoria da psicóloga e técnica de referência do CRAS, Noeli Torres e da pedagoga e orientadora social, Keila Cristina da Silva.

Segundo Maíra, o trabalho desenvolvido com o grupo brasilandense foi uma Antes uma roda de conversa com as mães que participam do serviço “Conviver”, para identificar as percepções presentes no grupo hoje.

“Havia várias categorias de apresentação de trabalhos (pôster, mesa redonda, conversando sobre e comunicação oral) e esta última categoria era voltada para relato de experiência/prática realizada por profissional especializado sobre um processo de trabalho, enfocando de modo mais informal, a metodologia, procedimento e técnicas utilizadas”, explicou.

SCFV "CONVIVER"

O SCFV é um serviço da Proteção Social Básica do SUAS que é ofertado de forma complementar ao trabalho social com famílias realizado por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF) e do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos (PAEFI).

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) realiza atendimentos em grupo. São atividades artísticas, culturais, de lazer e esportivas, dentre outras, de acordo com a idade dos usuários.

É uma forma de intervenção social planejada que cria situações desafiadoras, estimula e orienta os usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências

O serviço tem como objetivo fortalecer as relações familiares e comunitárias, além de promover a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva. O SCFV possui um caráter preventivo, pautado na defesa e afirmação de direitos e no desenvolvimento de capacidades dos usuários.

 

Fonte: Divulgação/PMB