Notícias

Prefeitura de Brasilândia publica lei com a criação do Dia “Gabi Vive”




 

28.07.20. Requalifica 5 leva novo asfalto à avenida José Henriques, bairro Cidade Nova
- Assessoria de Imprensa

 

Foi publicado nesta terça-feira (08), no Diário Oficial do Município, a Lei nº. 2.886, na qual institui o dia de mobilização “Gabi Vive”, em memória a criança Gabriele Magalhães de Souza, que foi brutalmente assassinada pela própria mãe no dia 21 de março de 2020.

 

A mesma data em que a criança faleceu também será o dia de conscientização, que visa alertar a sociedade sobre a proteção e defesa da criança e do adolescente.

 

A data também terá ações de projetos de mobilização e conscientização contra o abuso sexual e violência contra crianças e adolescentes.

 

A lei é de autoria o Legislativo Municipal

 

QUEM FOI GABRIELE MAGALHÃES?

Gabriele Magalhães de Souza, nascida em 03 de outubro de 2009 e foi assassinada pela própria mãe, em 21 de março de 2020, após ter relatado abuso sexual cometido pelo padrasto.

 

Gabriele era vítima de abusos e violações que ocorriam no ambiente familiar sem o conhecimento da rede socioassistencial de proteção, a família chegou a ser acompanhada pelo Conselho Tutelar, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS e pelo Centro de Referência de Assistência Social – CRAS.

 

Após de contara para a mãe sobre os abusos cometidos pelo padrasto, Gabrielle foi enforcada e enterrada viva pela própria mãe.  O fato foi noticiado a nível nacional.

 

A ré, confessa, aguarda julgamento no Estabelecimento Penal Feminino "Carlos Alberto Jonas Giordano", município de Corumbá, Mato Grosso do Sul.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa