Notícias

Conviver retorna às atividades de atendimento em grupo




 

28.07.20. Requalifica 5 leva novo asfalto à avenida José Henriques, bairro Cidade Nova
Centro de Uso Múltiplo é o ponto de encontro dos idosos às quintas-feiras - Assessoria de Comunicação

 

Desde o último dia 02 de março, o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos “Conviver” , localizado ao lado do Parque Akira Otsubo, retornou aos trabalhos em Brasilândia. A ação é realizada pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e tem o apoio da Prefeitura de Brasilândia por meio da secretaria municipal de Assistência Social.

Os usuários do SCFV são organizados em grupos, a partir de faixas etárias ou intergeracionais: Crianças até 6 anos, crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, adolescentes de 15 a 17 anos e pessoas idosas

Às segundas, terças e quartas-feiras, 102 crianças participam das atividades. Já às terças-feiras, as ações se concentram no Distrito Debrasa, que recebe atualmente 28 idosos e por fim, às quintas-feiras, o atendimento é em Brasilândia que hoje conta com a presença de 98 idosos.

O SCFV é um serviço da Proteção Social Básica do SUAS que é ofertado de forma complementar ao trabalho social com famílias realizado por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF) e do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos (PAEFI).

 O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) realiza atendimentos em grupo. São atividades artísticas, culturais, de lazer e esportivas, dentre outras, de acordo com a idade dos usuários.

É uma forma de intervenção social planejada que cria situações desafiadoras, estimula e orienta os usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências

 O serviço tem como objetivo fortalecer as relações familiares e comunitárias, além de promover a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva. O SCFV possui um caráter preventivo, pautado na defesa e afirmação de direitos e no desenvolvimento de capacidades dos usuários.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação